Seu navegador não supoerta scripts

Busca

 

Artigos

 



Catálogo de Produtos Inclusivos

 

Acompanhe-nos

Facebook   Facebook

 

 

Em Gerenciamento de obras (veja mais 28 artigos nesta área)

por Nadine Alves

Planejamento de obras: 4 dicas úteis para evitar atrasos em construções



O planejamento de obras tira o sono de muitos engenheiros e gestores da construção civil. Mesmo assim, ao menos 25% do tempo destes profissionais será gasto apenas para solucionar problemas e imprevistos.

Como resolver esse impasse, que acaba afetando a qualidade dos projetos e atrasando a entrega das obras?


Paciência, senso de realidade e atitudes preventivas são os primeiros passos para modificar essa realidade, que atinge grande parte das construtoras no Brasil e no mundo. A seguir, confira 4 dicas bastante úteis para evitar atrasos em obras de construção civil, independente do tamanho ou área de atuação da sua empresa:

1. Saiba a real capacidade de execução da sua empresa

Todo o planejamento da obra deve ser feito de acordo com a real capacidade de trabalho dos profissionais envolvidos no projeto, desde os profissionais do escritório até a mão de contratada para os serviços. Nem mais nem menos.

Se o planejamento envolve o trabalho de 200 trabalhadores, por exemplo, não prometa ao cliente que o projeto estará pronto em uma data que só seria possível com a presença de 300 funcionários. Isso o ajudará a prever custos, prazos e a evitar possíveis problemas jurídicos por conta de atrasos.

Para a equipe interna, é importante lembrar que, na maioria dos casos, os funcionários continuarão com tarefas e atividades além do projeto em questão. Um engenheiro, por exemplo, precisa vistoriar os trabalhos em vários canteiros diferentes durante um mesmo período – por isso, direcione tarefas de acordo com a real disponibilidade de tempo e de execução dos membros da equipe. Isso também evita que os funcionários fiquem sobrecarregados e, no final das contas, acabem afetando a qualidade das obras.

2. Preveja possíveis imprevistos

Materiais danificados, canos, fornecedores atrasados… Essas são só algumas das situações que podem acontecer durante as obras, mas é impossível saber quando. E é por isso mesmo que é necessário tê-las em mente ao planejar a execução de qualquer projeto.

Não se trata de prever o futuro, mas de saber que ele é incerto e tudo o que foi planejado pode ser modificado com um simples dia de chuva nas obras. Por isso, o bom planejamento deve englobar alternativas aos principais imprevistos em obras para que o progresso não seja prejudicado caso alguma dessas situações aconteça. Identificar os dias praticáveis no cronograma (incluindo dias úteis, feriados e épocas chuvosas) e direcionar recursos extras para serviços variáveis são apenas algumas das ações que envolvem a previsão de imprevistos durante as obras.

3. Saiba resolver problemas e conflitos

Penalizar ou apenas dar ordens não deve ser a forma padrão de se resolver conflitos. Em vez disso, priorize o diálogo e o envolvimento da equipe para buscar soluções para problemas – que de pontuais podem passar a ser constantes. Se um problema aconteceu, primeiro busque encontrar o motivo para pensar na melhor maneira de resolvê-lo.

Lembre-se de que buscar um responsável pelo erro nesse momento quase nunca irá ajudá-lo a consertar a situação. Problemas e conflitos podem até refletir falta de organização e prevenção, mas também mostram o que precisa ser melhorado e planejado com mais atenção nos projetos futuros.

4. Garanta a comunicação entre escritório e canteiro de obras

Como pensar em planejamento de obras sem falar de comunicação e troca de informações? É impossível gerenciar equipes, serviços, datas e recursos com eficiência sem se comunicar com a sua equipe.

No entanto, se comunicar não se trata de apenas enviar e-mails, fazer ligações demoradas ou enviar mensagens instantâneas pelo smartphone. É preciso utilizar a ferramenta correta para isso, que seja capaz de organizar informações, evitar ruídos e interpretações erradas e, acima de tudo, capaz de otimizar o relacionamento entre os responsáveis por atividades.

Além disso, o uso de ferramentas de comunicação – como o Construct App – podem ajudá-lo a planejar atividades e tarefas, acompanhar o progresso no canteiro de obras e impedir que possíveis problemas se concretizem e acabem atrasando o cronograma e a rotina dos profissionais envolvidos.


Fonte:constructapp.io



Visite nossas páginas no facebook -www.facebook.com/forumconstrucao e Twitter - www.twitter.com/forumconstrucaoCurta, Divulgue

Comentários

Mais artigos

5 coisas importantes sobre o gerenciamento de obras

Planejamento de obras: 4 dicas úteis para evitar atrasos em construções

9 boas práticas que você deve adotar para o gerenciamento de obras

Do planejamento ao acabamento, quais são as etapas de uma obra?

Quem e como contratar na hora de reformar ou construir sua casa?

Dicas para planejar bem a obra

Como fazer o gerenciamento de obras

10 dicas para planejar e concluir uma reforma sem sofrimento

Como aumentar a segurança dos trabalhadores em uma obra

Como gerenciar sua obra de maneira mais tranquila

Gerenciamento de obras: 5 processos para melhorar

Que cuidados tomar ao contratar a mão de obra para uma reforma ou construção?

A crise da engenharia de projetos no Brasil

Construção Civil: Vantagens do gerenciar obras

Os benefícios do gerenciamento de obras

A Viabilidade da Mecanização na Construção Civil

Gerenciamento e fiscalização de contratos

Gerenciamento de equipes de trabalho

Gerenciamento de Projetos e Obras

Cuidados ao gerenciar sua obra

A obra atrasou, e agora?

Gerenciamento de Obra: agilidade e sincronia das equipes são os maiores desafios, “porque o tempo não para”!

Alcoolismo no canteiro de obras é perigo iminente

Obra parada, resultado da falta de planejamento e de administração

Será que o Custo Unitário Básico (CUB) serve realmente para orçar uma construção?

Reforma de casa ou apartamento requer planejamento, bons profissionais e diplomacia

Critérios de medição em obra

Medição de vidros e a eterna questão do custo versus preço

Compra de terreno para construção: o que é importante?