Seu navegador não supoerta scripts

Busca

 

Artigos

 



Catálogo de Produtos Inclusivos

 

Acompanhe-nos

Facebook   Facebook

 

 

Em Exercício Profissional (veja mais 133 artigos nesta área)

por Redação do Fórum da Construção

Designer de Interiores: Ele pode ser a solução para todos os seus problemas!



Ninguém gosta de desperdiçar recursos com coisas que não agradam, não é mesmo? Por isso, há um profissional que pode ser indispensável para o que você precisa, o designer de interiores.

Na arquitetura, um projeto mal pensado pode afetar diretamente a vida das pessoas. Com isso, as consequências disso são muitas, algo que envolve muito mais do que dinheiro.


Design de interiores, arquiteto e decorador são profissionais que atuam em áreas próximas, mas há algumas diferenças entre elas. É muito comum encontrar pessoas que não sabem distinguir um profissional do outro, o que acaba dificultando a busca pelo profissional correto em casos de necessidade.

Se você não é nenhum expert no assunto, não se desespere. Vamos ajudar você a entender melhor o tema. Leia este texto até o final e perceba que o designer de interiores pode ser a solução ideal para todos os seus problemas! Vamos lá?

O que faz um designer de interiores?

O designer de interiores é o profissional responsável por planejar e projetar os mais diferentes espaços internos, seja no ambiente comercial, residencial ou institucional. Ele busca melhorar o aspecto visual do espaço da maneira mais coerente possível.

Desta maneira, o trabalho é completamente voltado a agradar em vários aspectos, sendo pensado nos mínimos detalhes. A estética, segurança e conforto são alguns dos pontos que estão atrelados, garantindo a funcionalidade do espaço.

Entre as atribuições, um designer de interiores é responsável por pesquisar, planejar, coordenar, gerenciar, acompanhar e executar projetos. Portanto, o profissional executa uma gama variada de ações, algo que transcende o pensamento de colocar apenas alguns elementos dentro de um espaço.

Levando em consideração que as pessoas estão cada vez mais inseridas nos ambientes internos, a profissão acabou se tornando um desafio maior. Isso fica mais nítido quando percebemos que os ambientes que frequentamos causam impacto direto na saúde e bem-estar. Com isso, a profissão carrega uma enorme responsabilidade.

Em muitos casos, um designer de interiores é exatamente o que você precisa, principalmente quando o objetivo consiste em aperfeiçoar de várias formas um ambiente interno, não apenas buscando melhorar o aspecto visual.

Qual é a diferença entre designer de interiores, decorador e arquiteto?

Enquanto o designer de interiores é o responsável por buscar melhorar os espaços internos em diferentes aspectos, há outras duas profissões que são semelhantes, mas que possuem alguns atributos diferentes.

O decorador, por exemplo, é formado em um curso de pequena duração. Porém, em alguns casos, o decorador atua sem realizar algum curso, o que acaba restringindo o conhecimento técnico. Suas competências são limitadas, não podendo interferir muito no ambiente ou detalhamento imobiliário, algo que é da responsabilidade do designer de interiores.

Por outro lado, o arquiteto consegue atuar de forma mais abrangente, envolvendo projetos em áreas internas e externas. Na verdade, essa profissão estende-se, até certo ponto, ao urbanismo e à construção civil. Suas atribuições vão muito além da decoração, sendo também responsáveis pelos pareceres sobre a localização das obras, as circunstâncias ambientais envolvidas, topografia e algumas questões legislativas e burocráticas.

Como um designer de interiores pode me ajudar?

Você ainda não sabe se um designer de interiores é exatamente o que você precisa? Calma, nós vamos continuar te ajudando a entender!

Separamos 3 motivos que serão decisivos para você entender melhor a utilidade da profissão, além das atribuições que cercam o profissional.

#01. O designer de interiores tem a capacidade de deixar os ambientes internos mais harmônicos e funcionais:

Como foi dito no começo do texto, é tarefa do designer de interiores deixar os ambientes internos mais harmônicos e funcionais. Desta maneira, o trabalho do profissional não se resume apenas a escolher móveis, tecidos e outros elementos visuais para um determinado ambiente.

Sabendo disso, é importante compreender que é papel do profissional entender o que o cliente deseja e precisa. Após colher informações importantes, ele vai saber aplicar as necessidades do cliente em um projeto bonito e funcional.

Assim, é possível transformar espaços pequenos em algo que realmente funcione, aproveitando o que for possível. Entre as atribuições, o designer de interiores consegue deixar locais pequenos parecerem maiores.

Um espaço bem projetado ajuda os moradores a viverem melhor, interferindo diretamente na saúde e bem-estar. Afinal de contas, quem não gostaria de morar em um ambiente acolhedor?

#02. O profissional consegue deixar a casa adequada para crianças, idosos e animais de estimação:

Embora algumas pessoas não saibam, é possível melhorar o ambiente interno de uma casa que tenha crianças, idosos, pessoas com algumas necessidades especiais e até mesmo para os animais de estimação.

Com o avanço tecnológico, há móveis, revestimentos e até mesmo tecidos adequados a uma utilização específica. Por exemplo, é possível encontrar tecidos à prova de gatos, contendo um material que não desfia com as unhas desses animais.

Da mesma forma, também é necessário um conhecimento técnico para encontrar elementos ideais para crianças, idosos e pessoas com necessidades especiais. Seja através da altura certa ou dos apoios especiais, o profissional vai conseguir ajudar você a encontrar os itens que farão enorme diferença. Em tempos de pandemia, isso se tornou mais necessário, pois as pessoas estão passando mais tempo em ambientes internos.

#03. O designer de interiores ajuda você a economizar tempo e dinheiro:

Assim como a maioria das pessoas, você acredita que não é possível economizar ao contratar um designer de interiores? Pois bem! Você está achando errado.

Na verdade, é exatamente ao contrário. O profissional consegue administrar os recursos com mais facilidade, principalmente por manter contato direto com diferentes fornecedores, algo complicado de ser buscado por pessoas que não possuem conhecimento no ramo.

Além de buscar os fornecedores com os melhores custos-benefícios, o designer de interiores também sabe onde realmente compensa investir, alinhando os gastos com as necessidades do projeto.

Mas não para por aí, pois espaços decorados por um profissional qualificado costumam se valorizar com mais facilidade, gerando um retorno maior no momento de revenda.

Além de poupar dinheiro, você também evita o desperdício de tempo em tarefas que podem ser solucionadas de forma mais rápida por alguém especializado. Os benefícios são muitos, deixando suas necessidades mais práticas e econômicas.

Conclusão

Embora várias pessoas não conheçam a importância do designer de interiores, o profissional pode ser indispensável em diversas situações.

Se você está cogitando realizar uma reforma em algum espaço interno, não deixe de considerar a contratação deste profissional. As vantagens são numerosas, cabendo a você buscar um profissional adequado e especializado.

A economia, praticidade e satisfação são alguns dos pontos importantes, algo que está atrelado aos benefícios da funcionalidade, fazendo grande diferença para o seu bem-estar.

Em alguns casos, quando se pensa que está economizando, pode ocorrer exatamente o contrário. O bom designer de interiores não vai poupar esforços para encontrar uma solução que caiba no seu orçamento, atendendo seus anseios e necessidades, por mais difícil que pareçam.




Fonte:fluxoconsultoria.poli.ufrj.br





Visite nossas páginas no facebook -www.facebook.com/forumconstrucao e Twitter - www.twitter.com/forumconstrucaoCurta, Divulgue














Comentários

Mais artigos

Designer de Interiores: Ele pode ser a solução para todos os seus problemas!

Erros de projeto que arquitetos não podem cometer

Arquitetura atual: perfil da arquitetura contemporânea no Brasil

Volta aos escritórios: retomada deve ser feita de maneira inteligente e, acima de tudo, comportamental

Arquitetura atual: perfil da arquitetura contemporânea no Brasil

Áreas de atuação que um arquiteto pode desenvolver

Como ser um bom arquiteto?

Vantagens no uso da maquete eletrônica!

Me formei, e agora? por onde começar a carreira de arquiteto?

Como se destacar no mercado de trabalho da engenharia

Os desafios do arquiteto

6 Conselhos poderosos para arquitetos recém-formados

Abrir negociações é tão importante quanto fechar negócios

Exigência de titulação acadêmica para contratação de profissionais de mercado: Um enorme equívoco

O Facebook e a formação continuada dos profissionais

Principais Dificuldades de um Arquiteto sem Renome ou Iniciante

Arquiteto ou Engenheiro?

Tempo integral

Metáfora futebolística - A preparação física

21 dicas para uma vida bem sucedida na arquitetura

Dez coisas que aborrecem o cliente do engenheiro e do arquiteto depois da prestação do serviço

Dez coisas que aborrecem o cliente do engenheiro e do arquiteto durante a execução do serviço

Dez coisas que aborrecem o cliente do engenheiro e do arquiteto durante a negociação do serviço

Indicadores de desempenho nos escritórios de arquitetura e de engenharia

Como ser um engenheiro civil de sucesso.

Se o seu escritório fosse um time de futebol, em qual divisão ele estaria jogando?

Dia do Arquiteto. Dia do Engenheiro : Profissionais que transformam sonhos em realidade

O buraco é mais em cima.

E o que faz o profissional da arquitetura de TI?

Conheça o perfil do Engenheiro para o mercado de trabalho

Como estar preparado para o primeiro contato com o cliente?

A importância da Engenharia para a sociedade e para o Brasil do século XXI.

Qual a importância do arquiteto?

Como Se Tornar um Arquiteto

Crise. Segundo Einstein.

Engenheiro ou arquiteto, qual devo contratar para o projeto de casa

Possibilidades na carreira para arquitetos

Por que é tão difícil?

Os 10 mandamentos de marketing para engenheiros e arquitetos

Quem é o engenheiro civil?

Tempo integral

Dicas para desenvolvimento profissional

Cliente e arquiteto: os dois lados da moeda

A delicada relação cliente-arquiteto

Carta a um calouro (de arquitetura ou de engenharia)

A Profissão de Arquiteto

O que é Engenharia de Software?

Tabela de Honorários

Como e quanto os arquitetos cobram pelo seu trabalho?

Arquiteto, designer e decorador: sem preconceitos

Vantagens de estar desempregado (ou não) durante a seleção

Sucesso + Engenharia = Realizaçao profissional

6 ideias que podem mudar sua sina na entrevista de emprego

A responsabilidade profissional e o ser humano

O Mito da Criatividade em Arquitetura

Vantagens da Contratação de um Profissional Especializado

Diferença entre Arquiteto, engenheiro civil e designer de interiores

7 aspectos para começar e construir uma carreira em arquitetura ou design .

Quer ser um engenheiro de sucesso? Seja um engenheiro criativo.

O caminho de volta

O valor do profissional brasileiro

Contratação por projeto executivo define a obra

Inteligência Emocional: Conheça características do líder moderno

A importância do Planejamento no Papel

Atribuições do arquiteto

Lelé: cidades como São Paulo são Frankensteins.

Engenharia Nacional e a Competitividade Brasileira

A corrupção e a garantia quinquenal de obras

Como ser um empreendedor de sucesso

Sociedade entre Arquitetos: A construção em grupos de pesquisa e preço competitivo no mercado da construção

Trabalhar em casa: um bom negócio

Trabalho em equipe, 10 dicas para que isso aconteça.

Promiscuidade entre estado e governo: o vórtice do mal.

O “irresponsável técnico” da engenharia, arquitetura e construção

Arquitetos voltados a Decoração

Como produzir (provocar) a propaganda boca-a-boca

Os arquitetos e as cidades

Por que é que a gente é assim?

Profissionais da Engenharia, Arquitetura e Construção do 3º milênio

Qual é o valor da minha hora-técnica? Como calculo isso?

O arquiteto como administrador de obras: vamos unir o útil ao agradável!

A falta de planejamento das pequenas empresas na construção civil

Porque o arquiteto deve fazer a administração de obras

Arquitetos de Cozinha

O exercicio profissional e a sustentabilidade das profissões: uma abordagem mercadológica - 3ª parte

O exercicio profissional e a sustentabilidade das profissões: uma abordagem mercadológica - 2ª parte

O exercicio profissional e a sustentabilidade das profissões: uma abordagem mercadológica - 1ª parte

Sociedade entre Arquitetos: A união, normalmente, faz a força!

Arquiteto ou arquiteta? Quem é melhor?

O Brasil é um país de oportunidades para engenheiros...

O desabafo de um arquiteto

Relação arquiteto e cliente: um jogo de xadrez deveras complicado!

Lei federal exige específicamente a ART de orçamento

O principal documento para o trabalhador, não tem segunda via.

Orçamentos estimativos sem identificação de autoria pode anular licitação pública.

Irrigar a economia real sem custos extras

Relacionamento Entidade de Classe x Prefeitura... Parceria, Guerra ou Indiferença...

Resistência dos Materiais - Treliça Hipostática

O TAC no contexto do direito ambiental

Vai montar seu canteiro de obras? Atente para alguns detalhes da norma

Maquete eletrônica

Segurança em trabalhos com eletricidade

Antoni Gaudí, um arquiteto sonhador?! (Barcelona, 1852-1926)

Arquitetura Antroposófica: as artes plásticas e o desenvolvimento da alma humana

Os CREAs e o IPTU que as Prefeituras querem cobrar...

Zaha Hadid – uma arquiteta orgânica. Gosta de construir descontruindo.

Quem tem medo de Oscar Niemeyer?

A Liderança Empresarial e a Sustentabilidade

O verdadeiro papel das entidades de classe.

Relação aberta, gol na certa!

O uso da medida grado na Geometria e a Historia Militar Brasileira - Aspectos de unidades de medida

Maquetes Eletrônicas

Eu compro imóvel na planta

Engenharia de Avaliações

Táticas para pedir (e conseguir) aumento de salário

Obras e serviços de Engenharia não podem ser licitados por pregão !

Supersimples na construção civil: vale a pena aderir?

Proposta de projeto : a difícil negociação entre o arquiteto e o cliente,

A importância de contratar um Arquiteto e como proceder

Dúvidas mais comuns em relação ao registro de empresas no CREA-SP

Enigma estrutural: Teste estático versus teste dinâmico, ou Como Testar Uma Laje de Salão de Baile

O livro sagrado da Engenharia -- Surpresa! não é aquele que você está pensando.

Pensamentos da Engenharia

Imóvel, alternativa de aposentadoria

Honorários de engenharia : Como é difícil receber !!!

A.R.T. - Acervo e defesa do profissional

Orientação de um velho Engenheiro de Barbas Brancas a um jovem engenheirando sobre um estágio de férias

Aspectos matemáticos e humanos da corrente da felicidade

Invista no Arquiteto!

São Paulo, um gigantesco campo de trabalho para a Arquitetura

Como fazer a retificação de área no Registro de Imóveis

Perguntas mais comuns em uma entrevista de emprego(3/3)

Procedimentos em uma entrevista de emprego (2/3)

Preparando-se para uma entrevista de emprego (1/3)