Seu navegador não supoerta scripts

Busca

 

Artigos

 



Catálogo de Produtos Inclusivos

 

Acompanhe-nos

Facebook   Facebook

 

 

Em Gerenciamento e Administração de Obras (veja mais 62 artigos nesta área)

por Eng. Civil João Bosco Vieira da Silva

Como medir a produtividade na construção civil



Podemos definir produtividade segundo KELLOGG (1981), como sendo a relação entre produto gerado por homem-hora. De maneira mais genérica, podemos definir como sendo a relação entre as saídas e as entradas de um processo produtivo.

Isso gera o que chamamos de um sistema produtivo, ou seja, o projeto (obra) é um sistema decomponível em partes ou subsistemas, que possui um conjunto de serviços ordenados logicamente, inter-relacionados, interagentes e interdependentes.



O sistema produtivo é composto pelos seguintes fatores de entrada:

•Mão-de-obra;
•Materiais;
•Equipamentos.

Esses fatores iram interagir entre si, materializando o produto, gerando o processo de execução do serviço e dando origem ao produto final, ou seja, a saída do sistema produtivo.

O processo de execução é o elo entre a entrada e a saída do sistema produtivo, o tipo de processo adotado, o planejamento e o gerenciado, são fatores determinantes para que esse processo de execução seja realizado dentro das condições de prazo, custo, qualidade e segurança pré-estabelecidos.

Para que se possa ter uma idéia de produtividade, é necessário que se tenha um processo de execução, desenvolvido dentro de uma metodologia de trabalho, para que se possa monitorar a produtividade da mão-de-obra e acumular os seguintes dados:

•Numero de funcionários envolvidos no serviço;
•Tempo de execução do serviço;
•Tempo de transporte do material;
•Fatores externos;
•Definição do material usado;
•Definição e uso de equipamentos empregados.

Esses dados são calculados em função da mão-de-obra, que é o fator mais importante dentro do sistema produtivo. Podemos definir a produtividade da mão-de-obra como sendo, a razão entre a quantidade de mão-de-obra medida em homens-horas e a quantidade de serviço produzido.

Esses dados são os indicadores de medição da produtividade, portanto conhecer esses indicadores de medição é simplesmente calcular índices de produtividade, que serão avaliados e comparados de forma corretiva ou não.



Fonte:www.ecivilnet.com



Você conhece o "Curso a distancia IBDA - SitEscola? Veja os cursos disponíveis, e colabore com o IBDA, participando, divulgando e sugerindo novos temas.

Comentários

Mais artigos

Ética na Construção Civil, como podemos fazer a nossa parte.

6 Dicas para Evitar Calote na Obra

5 Maneiras De Evitar Custos Inesperados No Seu Negócio De Construção

Passo a passo da construção: como administrar uma obra?

Terceirização na Construção Civil: 5 vantagens para a sua empresa

Problemas mais comuns no dia a dia da obra e como evitá-los

Engenharia de custos: entenda sua importância

Como escolher materiais de construção

Como aplicar a Engenharia de Custos na obra

O que fazer antes de iniciar uma obra?

Os 7 problemas da falta de visita técnica de campo

Como lidar com os imprevistos mais comuns em obras

5 coisas importantes sobre o gerenciamento de obras

Planejamento de obras: 4 dicas úteis para evitar atrasos em construções

Como aplicar a gestão de projetos na Engenharia Civil

Como ter um controle dos custos da obra com a produtividade?

9 boas práticas que você deve adotar para o gerenciamento de obras

Do planejamento ao acabamento, quais são as etapas de uma obra?

Aprenda melhorar o controle de gastos em uma construção civil

Quem e como contratar na hora de reformar ou construir sua casa?

Como organizar as finanças em empresas de serviços de construção civil

Qual a importância da Engenharia de Custos na obra?

Dicas para planejar bem a obra

Como fazer o gerenciamento de obras

10 dicas para planejar e concluir uma reforma sem sofrimento

Como aumentar a segurança dos trabalhadores em uma obra

Como gerenciar sua obra de maneira mais tranquila

Gerenciamento de obras: 5 processos para melhorar

Que cuidados tomar ao contratar a mão de obra para uma reforma ou construção?

A crise da engenharia de projetos no Brasil

Construção Civil: Vantagens do gerenciar obras

Os benefícios do gerenciamento de obras

A Viabilidade da Mecanização na Construção Civil

Gerenciamento e fiscalização de contratos

Gerenciamento de equipes de trabalho

Gerenciar custos não é somente orçar projetos, é viabilizá-los para Executá-los.

Gerenciamento de Projetos e Obras

Cuidados ao gerenciar sua obra

Orçamentação e custo de obras civis

A gestão de projetos para o setor da construção civil no Brasil

Como medir a produtividade na construção civil

A obra atrasou, e agora?

Estrutura de Custos para Viabilizar Pequenas e Médias Construções

Apropriação de custos na construção civil

A Realidade da Engenharia de Custos no Brasil

A importância histórica dos Orçamentos e Custos das Construções no Brasil

Orçamento de Obras e Cálculo do BDI

O valor do engenheiro de custos

Gerenciamento de Obra: agilidade e sincronia das equipes são os maiores desafios, “porque o tempo não para”!

Viabilidade de Executiva de Obras e/ou Serviços de Engenharia.

A Importância do Controle dos Gastos em Obras de Construção Civil

Custo - resultado na construção

Controlar custos não é simplesmente reduzir custos

Tabela para Estimativas

Gerenciar custos não é somente orçar projetos, é viabilizá-los

Gerenciamento Total de Custos

Alcoolismo no canteiro de obras é perigo iminente

Obra parada, resultado da falta de planejamento e de administração

Será que o Custo Unitário Básico (CUB) serve realmente para orçar uma construção?

Reforma de casa ou apartamento requer planejamento, bons profissionais e diplomacia

Critérios de medição em obra

Medição de vidros e a eterna questão do custo versus preço

Compra de terreno para construção: o que é importante?