Seu navegador não supoerta scripts

Busca

 

Artigos

 



Catálogo de Produtos Inclusivos

 

Acompanhe-nos

Facebook   Facebook

 

 

Em Gerenciamento e Administração de Obras (veja mais 62 artigos nesta área)

por Wilson Pacheco Jr

Passo a passo da construção: como administrar uma obra?



Atender aos objetivos de qualidade, prazo e custo de cada projeto é um desafio constante para quem trabalha com gestão de obras. Mas saber como administrar uma obra com eficiência é ainda mais difícil quando, de repente, começam a surgir vários projetos dentro de um só.

Quando muitas demandas e informações se acumulam fica fácil perder o controle de obras e se deparar com atrasos e custos extras. E sabemos que não é isso o que você quer para a sua construtora. Certo?


No entanto, a melhor forma de evitar problemas é entender em detalhes o que deve ser definido em todo o passo a passo da construção. Todo o processo que começa com o estudo de viabilidade e vai até o cumprimento de prazos deve estar muito claro em sua mente para que os riscos de erros sejam reduzidos.

Está se perguntando sobre como administrar uma obra para impressionar o cliente e aumentar a lucratividade da sua construtora? Acompanhe as nossas dicas ao longo deste conteúdo!

Para começo de história, o que é administração de obras?

Administração de obras ou gerenciamento de obras é um serviço que tem como objetivo garantir a execução de projetos de arquitetura e engenharia à risca.

Funciona como uma garantia de que tudo o que está previsto acontecerá dentro do prazo definido e orçamento estipulado. O que inclui cronograma de obra, equipe, orçamento, tempo e recursos. No Brasil, o gerenciamento de obras é regulamentado pela Lei 5.194/1996 e atribuída a arquitetos e engenheiros civis.

Como administrar uma obra com sucesso?

Uma administração de obras bem-sucedida deve ser capaz de reduzir custos e até mesmo prazos. Isso porque poderá detectar problemas e apontar alternativas para que as adversidades sejam resolvidas em tempo hábil.

Então, fazer a gestão de obras não se limita a controlar pessoas, materiais e recursos, mas também a qualidade das tarefas realizadas, a comunicação interna e o cumprimento do orçamento. Envolve o acompanhamento da execução da obra e a garantia de que o resultado final atenda às exigências do projeto inicial.

Entenda melhor sobre como administrar uma obra da melhor forma possível a seguir!

8 pontos de atenção para administrar uma obra com eficiência
Para ajudar você a passar longe de problemas e prejuízos financeiros, vamos mostrar neste conteúdo um guia básico sobre como administrar uma obra com eficiência.

Alguns pontos podem variar de uma obra para outra, dependendo da estratégia produtiva ou técnica construtiva adotada, mas todos são fundamentais para o sucesso da gestão de obras.

Preparado para ficar um passo à frente da concorrência até mesmo em projetos complexos de construção civil? Então vamos lá!

1. Estudo de viabilidade

O estudo de viabilidade é o primeiro passo para planejar e executar qualquer empreendimento, independentemente do porte que tenha. Trata-se de uma análise sobre os custos de construção e as chances de venda.

É através dele que sua construtora pode entender se o investimento vale mesmo a pena ou se é hora de cair fora. Se o estudo de viabilidade identificar um alto retorno para o investimento, sinal positivo. Caso mostre o contrário, a construção deve ser cancelada.

Para evitar qualquer erro, inclua no levantamento os materiais e os métodos a serem usados na obra e também o custo com a contratação de mão de obra. E não se esqueça de avaliar outros fatores, como: limitações legais, restrições geotécnicas, taxa de ocupação e zoneamento urbano.

2. Orçamento

Como administrar uma obra sem saber se o projeto caberá dentro do orçamento previsto? Pois é, por esse motivo é importante fazer um levantamento de preços para a construção, além de quantitativos e de considerar também as variações do mercado.

Ao fazer o estudo do orçamento de obra é possível saber ao certo quanto ela custará. Com isso, os riscos são reduzidos e a gestão é aprimorada.

3. Planejamento de obras

Antes de se preocupar sobre como administrar uma obra é preciso planejar suas etapas, ações e recursos. Afinal, saber exatamente onde e como se pisa é muito melhor do que ter surpresas no tempo de execução e custos da obra. Concorda?

Com o planejamento de obra, sua construtora poderá saber quanto tempo e dinheiro o empreendimento a ser construído vai custar. Dessa forma, fica muito mais fácil economizar dinheiro na compra de materiais e na contratação de serviços.

Quanto melhor for esse planejamento, menores serão os desperdícios de materiais utilizados e também os retrabalhos e, consequentemente, o tempo de execução.

Pois bem, mesmo existindo várias formas de fazer o planejamento de obras, alguns passos não podem faltar:

- a escolha do terreno;
- a criação do projeto e a aprovação do alvará da obra pela prefeitura;
- a realização dos serviços preliminares no início da obra;
- a definição das fundações e estrutura;
- instalações hidráulicas e elétricas;
- esquadrias;
- impermeabilização;
- revestimentos e acabamentos;
- serviços complementares.


O que sua construtora precisa ter em mente é que o sucesso da gestão de obras depende do sincronismo das equipes na execução. E só se pode executar bem se o planejamento estiver completo. Certo?

Em suma, o planejamento deve trazer todos os detalhes sobre todas as etapas e tarefas envolvidas na obra e também seus custos.

4. Organização de tarefas

Para organizar as tarefas, é necessário primeiro planejar as atividades e informar os responsáveis, além de acompanhar o andamento dos serviços.

O acompanhamento de obras ajuda a garantir que tudo aconteça de acordo com as condições e especificações técnicas exigidas. Mas como estamos falando de uma série de atividades realizadas por diferentes prestadores de serviços, é fundamental criar rotinas de fiscalização e vistoria. Assim, possíveis desvios são identificados em tempo hábil para correções.

Para facilitar esse controle, os gestores devem fazer uso de check-lists para o acompanhamento de obras, ferramentas que facilitam a organização de listas de tarefas, além do entendimento sobre o que já foi finalizado ou o que atrasou.

E a papelada, como fica? Como documentos, notas e recibos também fazem parte do dia a dia do gestor de obras, precisam ser armazenados e mantidos sob controle. Tudo o que foi orçado e realizado deve ser registrado, assim como o que foi pago e recebido.

Se estiver cansado de pilhas de papéis para organizar a parte burocrática, a dica é pesquisar softwares de gestão de obras. Alguns oferecem documentos digitalizados, integrações com planilhas antigas e várias outras funcionalidades que ajudam a otimizar o tempo para a administração de obras.

5. Organização do canteiro de obras

Organizar o canteiro de obras para otimizar os trabalhos é um desafio constante para quem quer saber como administrar uma obra. Isso porque é nele que a mágica acontece.

Então, é preciso garantir que não ocorram desperdícios de mão de obra ou de materiais e falhas na execução.

Para evitar que a qualidade final do projeto de obra não seja prejudicada, veja estas dicas para fazer o planejamento do canteiro:

- defina os locais necessários para as instalações da obra, incluindo banheiros, carpintaria e depósitos;
- liste quais serão os materiais necessários para cada etapa da construção e compre apenas o que será utilizado;
- armazene os itens conforme suas especificidades para evitar prejuízos como a redução da qualidade;
- procure organizar a distribuição dos espaços de acordo com a funcionalidade específica do local, assim menores serão os deslocamentos de materiais e desperdícios;
- controle atividades, processos produtivos e o desempenho dos serviços para alavancar a produtividade da equipe;
- faça a gestão dos equipamentos de proteção individual para evitar custos extras como perda ou extravio.


6. Liderança e gestão da equipe

Como a falta de comunicação é um dos problemas que mais causam perdas na construção civil, é papel do gestor de obras transmitir informações com clareza.

Cada tarefa precisa ter um dono para que seja possível identificar mais rapidamente o responsável. E, quanto melhor a equipe entender o papel que tem dentro das atividades propostas, maior será a produtividade e menor o tempo ocioso.

No mais, o monitoramento da execução dos trabalhos deve ser contínua. Durante o controle de obras, o responsável precisa ainda acompanhar a equipe de trabalho, tirar todas as dúvidas, garantir a segurança dos trabalhadores e prevenir erros.

Para facilitar esse monitoramento, a dica é implantar avaliações de produtividade e qualidade, incluindo o uso de insumos.

Confira outras dicas para melhorar ainda mais a gestão da equipe ao coordenar uma construção:

- Baseie suas decisões em fatos para que o processo decisório seja coerente e justo;
- Evite sobrecarregar a equipe para não prejudicar a produtividade;
- Motive os colaboradores para que a sua equipe trabalhe com entusiasmo;
- Seja transparente e não deixe espaço para dúvidas;
- Dê feedbacks em tempo real para evitar falhas e aumentar a produtividade dos trabalhadores.


7. Controle do estoque de materiais

Como o controle do estoque de materiais tem tudo a ver com economia, é outra atividade essencial para evitar desperdícios e manter os gastos dentro do orçamento da obra.

Para efetuar esse tipo de gestão, crie o hábito de fazer listas com todos os produtos comprados e também um acompanhamento de como vêm sendo usados.

Pode parecer bobeira, mas isso faz uma grande diferença lá na frente. Sabe por quê? Torna mais fácil entender quando é hora de comprar novos materiais, o que reduz o tempo ocioso no canteiro de obras, que muitas vezes acontece quando faltam insumos.

É um jeito de controlar melhor a mão de obra contratada e também o material que está sendo usado. Com a programação de compra, por exemplo, você pode ter uma análise detalhada sobre o que é exigido em cada estágio da construção para evitar pausas indesejadas.

8. Acompanhamento do cronograma de execução de obras

Já ouviu falar que um bom cronograma de execução de obras deve ser capaz de prever problemas e possíveis imprevistos?

Para que possa ser atendido, procure unir todas as tarefas necessárias para a viabilização do projeto, os prazos previstos por fornecedores e prestadores de serviço e até mesmo os riscos de intempéries. Assim, todos estarão ainda melhor preparados para lidar com possíveis ajustes.

Toda obra está suscetível a riscos e imprevistos, então alterações são naturais e fazem parte do percurso. Mas quem sabe como administrar uma obra fará esses ajustes sem prejudicar os requisitos do projeto aprovado. Por essa e por todas as outras que elaborar um cronograma de execução de obras eficiente é tão importante.

Seja a diferença que você quer ver no seu projeto de obras

Com um passo a passo para facilitar a vida do gestor de obras fica muito mais fácil prosseguir com o planejamento e trazer eficiência ao processo, concorda?

Mas, de fato, a eficácia do projeto vai depender muito da equipe responsável. Para garantir que tudo siga conforme o planejado e nada saia dos trilhos, uma dica interessante é usar a tecnologia em benefício do gerenciamento de obras.

Como administrar uma obra com o apoio da tecnologia na construção civil

Com a ajuda de alguns softwares disponíveis no mercado é possível unir o controle de obras à gestão da construtora. O que simplifica desde o controle financeiro e planejamento até o trabalho de quem precisa saber como administrar uma obra dentro do canteiro.

Quer diminuir erros e organizar melhor o trabalho da sua equipe, além de controlar melhor todos os processos a partir de um só lugar? Ao usar tecnologias de gestão de obras e projetos isso já é possível. Algumas delas, inclusive, funcionam em nuvem e podem ser acessadas de onde você estiver.

Com o apoio desses softwares, você vai ver que ficará muito mais fácil e rápido registrar medições, controlar o fluxo de caixa, estoque, fornecedores e fazer comparações entre o que foi planejado e executado.

Outras grandes vantagens são poder fazer pedidos de materiais online junto a fornecedores parceiros e quebrar a distância entre a equipe e o cliente. Sua empresa pode enviar informações, fotos e registros sobre o andamento das obras em tempo real. Um diferencial competitivo e tanto, principalmente em tempos em que os clientes cobram cada vez mais da empresa a aderência à era digital!




Wilson Pacheco Jr., Fundador do sistema Obra Prima | Bacharel em Desenvolvimento de Sistemas – UEPG | Pós-graduado em Gestão da Tecnologia da Informação – Unicemp



Fonte:blog.obraprimaweb.com.br



Visite nossas páginas no facebook -www.facebook.com/forumconstrucao e Twitter - www.twitter.com/forumconstrucaoCurta, Divulgue

Comentários

Mais artigos

Ética na Construção Civil, como podemos fazer a nossa parte.

6 Dicas para Evitar Calote na Obra

5 Maneiras De Evitar Custos Inesperados No Seu Negócio De Construção

Passo a passo da construção: como administrar uma obra?

Terceirização na Construção Civil: 5 vantagens para a sua empresa

Problemas mais comuns no dia a dia da obra e como evitá-los

Engenharia de custos: entenda sua importância

Como escolher materiais de construção

Como aplicar a Engenharia de Custos na obra

O que fazer antes de iniciar uma obra?

Os 7 problemas da falta de visita técnica de campo

Como lidar com os imprevistos mais comuns em obras

5 coisas importantes sobre o gerenciamento de obras

Planejamento de obras: 4 dicas úteis para evitar atrasos em construções

Como aplicar a gestão de projetos na Engenharia Civil

Como ter um controle dos custos da obra com a produtividade?

9 boas práticas que você deve adotar para o gerenciamento de obras

Do planejamento ao acabamento, quais são as etapas de uma obra?

Aprenda melhorar o controle de gastos em uma construção civil

Quem e como contratar na hora de reformar ou construir sua casa?

Como organizar as finanças em empresas de serviços de construção civil

Qual a importância da Engenharia de Custos na obra?

Dicas para planejar bem a obra

Como fazer o gerenciamento de obras

10 dicas para planejar e concluir uma reforma sem sofrimento

Como aumentar a segurança dos trabalhadores em uma obra

Como gerenciar sua obra de maneira mais tranquila

Gerenciamento de obras: 5 processos para melhorar

Que cuidados tomar ao contratar a mão de obra para uma reforma ou construção?

A crise da engenharia de projetos no Brasil

Construção Civil: Vantagens do gerenciar obras

Os benefícios do gerenciamento de obras

A Viabilidade da Mecanização na Construção Civil

Gerenciamento e fiscalização de contratos

Gerenciamento de equipes de trabalho

Gerenciar custos não é somente orçar projetos, é viabilizá-los para Executá-los.

Gerenciamento de Projetos e Obras

Cuidados ao gerenciar sua obra

Orçamentação e custo de obras civis

A gestão de projetos para o setor da construção civil no Brasil

Como medir a produtividade na construção civil

A obra atrasou, e agora?

Estrutura de Custos para Viabilizar Pequenas e Médias Construções

Apropriação de custos na construção civil

A Realidade da Engenharia de Custos no Brasil

A importância histórica dos Orçamentos e Custos das Construções no Brasil

Orçamento de Obras e Cálculo do BDI

O valor do engenheiro de custos

Gerenciamento de Obra: agilidade e sincronia das equipes são os maiores desafios, “porque o tempo não para”!

Viabilidade de Executiva de Obras e/ou Serviços de Engenharia.

A Importância do Controle dos Gastos em Obras de Construção Civil

Custo - resultado na construção

Controlar custos não é simplesmente reduzir custos

Tabela para Estimativas

Gerenciar custos não é somente orçar projetos, é viabilizá-los

Gerenciamento Total de Custos

Alcoolismo no canteiro de obras é perigo iminente

Obra parada, resultado da falta de planejamento e de administração

Será que o Custo Unitário Básico (CUB) serve realmente para orçar uma construção?

Reforma de casa ou apartamento requer planejamento, bons profissionais e diplomacia

Critérios de medição em obra

Medição de vidros e a eterna questão do custo versus preço

Compra de terreno para construção: o que é importante?