Seu navegador não supoerta scripts

Busca

 

Artigos

 



Catálogo de Produtos Inclusivos

 

Acompanhe-nos

Facebook   Facebook

 

 

por Redação do Fórum da Construção

Piso de caquinho: um clássico da arquitetura brasileira



Se você já residiu ou teve a chance de percorrer bairros tradicionais de grandes ou pequenas cidades brasileiras, já deve ter se deparado com este tipo de revestimento.


Os lindos mosaicos de caquinhos cerâmicos cobrindo pisos, paredes e outros detalhes do design de ambientes como cozinha, varanda, banheiro e mais é um clássico. Eles fazem parte da memória artística de uma geração inteira de decoradores.

Um pouco sobre o surgimento do revestimento de caquinhos no Brasil

Tudo começou em São Paulo, por volta do início da década de 1910. Neste tempo, o estado começou a receber, pouco a pouco, algumas empresas de fabricação de peças em cerâmica – como tijolos, ladrilhos e telhas.

O auge do crescimento financeiro neste ramo industrial deu-se entre os anos de 1940 e 1950, sendo que um dos produtos mais populares produzidos eram as lajotas para pisos e paredes.

Infelizmente, naquela época, o sistema de fabricação de revestimentos era de menor qualidade em comparação ao que se consegue com a tecnologia atual. As peças feitas acabam facilmente trincando ou quebrando.

Então, as empresas as encaminhavam para aterros ou para a produção de um tipo específico de areia para a construção civil. Só que o descarte era tanto que elas quase não davam conta.

Seus operários, então, tiveram a ideia de pedir aos patrões a autorização para levar parte deste material para casa.

Assim, quando reformassem os seus imóveis, poderiam ter ambientes revestidos com um material tão sofisticado quanto aquele adquirido pela classe alta paulistana. Contudo, a ideia era cobrir as superfícies de seus imóveis com este mosaico ornamental. Nem faziam ideia de que logo isso viraria uma forte tendência de mercado.

O tradicional revestimento de caquinhos, mania nacional

Em pouco tempo, os fabricantes de peças cerâmicas se viram forçados a criar um novo segmento em seu catálogo.


Agora, de modo totalmente proposital, eles estavam quebrando as placas de lajotas produzidas em partes menores. Então, não havia mais refugo de cacos, mas um subproduto altamente rentável – destinado, sobretudo, à classe média brasileira.

O tradicional revestimento de caquinhos que vemos empregado ainda nas arquiteturas de imóveis mais antigos é o resultado da quebra de peças cerâmicas de 20 por 20 cm.

Estas apresentavam três cores padrões: vermelho, preto e amarelo. Seu visual retrô é bastante bonito e muito valorizado em propostas atuais. Contudo, hoje em dia, tal material está sendo substituído por outros materiais ou reinterpretado nos projetos.

Os pisos de caquinhos na arquitetura moderna

Não é toda pessoa que aprecia ter em casa um ambiente com piso de caquinhos. É que o mesmo é de difícil manutenção e preservação.

Contudo, seu contraste com elementos mais contemporâneos é muito atraente. Fora que este revestimento ajuda a resgatar parte da memória da história do design e da decoração nacional. Além do mais, remete a um período muito bonito da arquitetura moderna mundial.

Pode-se dizer que a linda tendência dos pisos de caquinhos que surgiu em São Paulo teve, na verdade, inspiração em grandes referências internacionais.

O saudoso arquiteto catalão Antoni Gaudí, por exemplo, utilizou técnica semelhante no projeto do Parque Guell, em Barcelona, nos anos 20. E a ideia do reaproveitamento de materiais de revestimento é referência em outros projetos pós-modernos também.

Para criar um piso de caquinhos, você pode adquirir peças em um cemitério de azulejos e montar, depois, a sua própria composição, nas cores e nos padrões desejados.


Nas lojas, também é possível encontrar mosaicos prontos para serem assentados em pisos e paredes. Também há as fôrmas plásticas para a criação de textura tipo caquinho em cimento. E os azulejos e adesivos que imitam as composições tradicionais como vistas no passado.

Observe as imagens apresentadas neste texto. Veja quantas possibilidades de utilização de revestimento de caquinho na decoração de ambientes residenciais.

Podemos ver algo assim aplicado em pisos e paredes. Por exemplo, como border de cozinha, como fundo para televisão, caminho de jardim, cobertura de terraço e muito mais. Use e abuse desta ideia com criatividade para decorar a sua casa também.



Fonte:www.youinc.com.br




Visite nossas páginas no facebook -www.facebook.com/forumconstrucao e Twitter - www.twitter.com/forumconstrucaoCurta, Divulgue













Comentários

Mais artigos

Piso de caquinho: um clássico da arquitetura brasileira

Como escolher a cor de piso ideal para um ambiente?

Piso para garagem de carros, qual é melhor?

Por que usar mármore em minha obra?

Pisos frios e quentes: quais as diferenças e como escolher?

12 motivos para apostar sem medo na grama artificial

Qual o melhor piso para a garagem? Piso frio ou concreto apenas?

Os benefícios do carpete

Benefícios e Vantagens do Uso do Carpete

Confira as vantagens e desvantagens do piso de Mármore

Como escolher o piso ideal para a sala

Cuidados para limpar e conservar bancadas de granito

Pisos para apartamento: como escolher o modelo mais adequado para o seu uso

Acabe com as dúvidas sobre o piso da cozinha

Por que utilizar o piso vinílico?

Porcelanato preto, branco, cinza e travertino.

Piso aquecido. Como funciona e quais suas vantagens

Dicas para evitar erros na instalação do piso vinílico

As vantagens no uso do piso vinílico

Piso vinílico facilita uso de madeira na decoração de banheiros e cozinhas

Pisos de madeira de demolição: como escolher.

Um novo ambiente? Pisos vinílicos, a solução ideal

Pisos vinílicos: práticos de aplicar e de usar

Dicas para manutenção de pisos

Piso cerâmico, o que usar em casa?

Revestimentos vinílicos para área molhadas, a solução da Tarkett

A praticidade e o design do Piso Vinílico

Como decorar o quarto do seu bebê. Qual o piso e outras dicas.

Soluções em pisos vinílicos para ambientes esportivos e hospitalares

Olhos atentos no chão, inovando com pisos vinílicos.

Pisos vinilicos unindo sonho e fantasia

Parece madeira, mas é piso Fademac

Pisos vinílicos auxiliam na questão da humanização hospitalar

Pisos sustentáveis: Você sabe onde se está pisando?

Pisos vinílicos : Quando valorizar a imitação significa respeitar a natureza

Pisos vinilicos : um novo olhar!

A importância do contrapiso para a colocação de pisos vinílicos

Dúvidas mais comuns em relação aos pisos vinílicos

Pisos frios: como usar e o que evitar na decoração