Seu navegador não supoerta scripts

Busca

 

Curso a Distância - Home Office: um desafio para o mundo corporativo

Curso a Distância - Redução do consumo de água em edificações

Curso a Distância - Eficiência Energética em Edifícios

Curso a Distância - Arquitetura Corporativa

Curso a Distância - Terra Crua

Curso a Distância - Arquitetura Acessível x Barreiras Arquitetônicas e Culturais

 

Artigos

 



Catálogo de Produtos Inclusivos

 

Acompanhe-nos

Facebook   Facebook

 

 

Enquete

Vai reformar ou construir? Onde faz suas pesquisas de marcas e preços?





Ver todos os resultados

 

Discussões no Fórum

Terreno com olho d'agua

Terreno com olho d'agua

Terreno com olho d'água.

Procuro designer de interiores rj

Armário de cozinha, como escolher?

por Alexandre Fracchetta

Construção Civil e os Acidentes com Instalações Elétricas



Toda e qualquer instalação elétrica conforme a norma NR-10 deve sempre ser executada e fiscalizada por um profissional capacitado e habilitado na área. Mesmo assim  acidente com vitimas fatais vem ocorrendo com grande freqüência principalmente na área da construção civil.

Segundo estatísticas da concessionária de energia elétrica da cidade São Paulo, mesmo após um trabalho de conscientização junto á população e aos profissionais da área o problema persiste com um índice relativamente alto, onde 20% dos acidentes que envolvem a rede elétrica são fatais.

Conforme gráfico anexo pode-se verificar:

O alto índice na construção e manutenção predial e em seguida as instalações clandestinas, são os grandes causadores de acidentes:

O perigo das chamadas “gambiarras” deve ser eliminado das instalações elétricas, pois comprometem toda a rede de energia e consequentemente o rendimento dos equipamentos nelas interligadas. Esse tipo de serviço sempre acarreta em cabos descascados, fios mal isolados e emendas mal feitas, além de gerar fugas de corrente aumentando os riscos de choques e curto circuito colocando em risco a vida dos moradores.

Portanto a existência de um responsável técnico para supervisionar os projetos de instalação e sua execução e fazer cumprir as normas vigentes em muito reduz os riscos de maiores danos. Estes profissionais podem ser pesquisados nos próprios conselhos regionais da categoria.

Após a realização de um projeto criterioso e com a execução seguindo fielmente as orientações deste, é o procedimento mais correto. Claro que durante a obra surgem modificações e adequações conforme o local e condições técnicas. Estas devem ser analisadas pelo engenheiro ou técnico responsável que ira reavaliar o projeto perante as novas condições.

Outro fator muito importante é com relação à qualidade do material empregado nas instalações, os mesmos devem possuir certificado de qualidade pelo Inmetro que significa que o mesmo foi testado e aprovado segundo as normas vigentes para aquele tipo de equipamento e material.

Importante também é o dimensionamento das proteções elétricas, como os disjuntores que devem proteger os cabos contra correntes elevadas, sem provocar assim o aquecimento dos mesmos que podem provocar um incêndio e comprometer toda rede elétrica. Em se tratando de um dispositivo de segurança o seu constante desligamento indica que algo de errado existe na instalação, uma simples troca deste componente não é a solução, o problema pode persistir e tornar a situação ainda mais grave.

A mesma regra é valida para a qualidade dos cabos elétricos, pois existem no mercado cabos com a quantidade de cobre abaixo do estabelecido por norma.
Toda instalação em área sujeita á exposição de água deve estar protegido com o Dispositivo Diferencial Residual (disjuntor do tipo DR), elimina os riscos de choque ao se tocar em partes molhadas.

Gráfico de acidentes:





(Valores atualizados podem ser obtidos através dos sites ou solicitando ás concessionário de energia local)

 

Outros tipos de infrações: 

Em média para cada seis canteiros de obras visitados, oito são autuados por infração de acidentes do trabalho, essa média é em todo o território nacional tendo como base o Ministério Público do Trabalho e por algumas fiscalizações regionais.

A maioria dos autos de infração está relacionada com:
- ausência de plataforma secundária, que evitaria o risco de queda em altura.
- falta de dispositivos de segurança em torre de elevadores de passageiros.
- ausência ou irregularidades nos equipamentos de proteção individual (EPIs) Luvas, botas, óculos, capacete.
- instalações elétricas precárias durante a execução das obras.

Do ponto de vista legal a CLT artigo 157, diz o seguinte:

I – cumprir e fazer cumprir as normas de segurança e medicina do trabalho.
II – instruir seus funcionários através de ordens de serviço, quanto á precauções a tomar no sentido de evitar acidentes de trabalho ou doenças ocupacionais.
III – adotar medidas que lhes sejam determinadas pelo órgão regional competente
IV – facilitar o exercício da fiscalização pela autoridade competente.

Também são considerados como acidentes de trabalho:

- acidente ocorrido no trajeto entre a residência e o local de trabalho do segurado.
- a doença profissional, assim entendida, produzida ou desencadeada pelo exercício do trabalho peculiar a determinada atividade.
- doença do trabalho adquirida ou desencadeada em função de condições especiais em que o trabalho é realizado e com ele se relacione diretamente

A doença proveniente de contaminação acidental do empregado no exercício de sua atividade se equipara a acidente de trabalho.

Acidentes mais comuns nas atividades de elétrica relacionados á área predial:

Antena de TV: Ao instalar a antena de TV, fique longe da rede elétrica. Se encostar-se aos fios, o choque pode ser mortal.

Eletrodomésticos X Água: Nunca mexam em aparelhos elétricos, plugues e tomadas em lugares molhados ou úmidos, nem com as mãos ou pés molhados. Com água, o risco de choque é muito maior.

Lâmpadas: Antes de trocar uma lâmpada, o interruptor deve ser desligado. Na hora da troca, a lâmpada não deve ser segurada pela parte metálica.

Postes e torres: Não suba nas torres e postes da rede, só a concessionária local pode executar tal serviço.

Pipas/papagaios: Fique longe da rede elétrica ao soltar pipas, papagaios ou pandorgas. Se enroscarem nos fios, não tente retirá-los. Você poderá levar um choque mortal.

Cerca eletrificada: Não toque em fios de cercas eletrificadas, pois o choque elétrico pode causar ferimentos graves e até a morte.

Poda e corte de árvore: A poda ou o corte de árvores perto das redes de energia elétrica exigem cuidados. Adultos devem pedir orientação à concessionária.

Construção Civil: Ao construir ou reformar, não se deve encostar andaimes, escadas, barras de ferro e outros materiais nos fios elétricos. Podem ocorrer graves acidentes.

Fios elétricos caídos: Fios elétricos caídos podem estar energizados. As pessoas devem ficar bem longe e chamar a concessionária local imediatamente.

Balões: Soltar balões pode provocar muitos acidentes, principalmente se eles caírem sobre redes elétricas ou residências.

Furto de energia elétrica (“gato”): Roubar e/ou furtar cabos elétricos e energia é perigoso e prejudica a todos. Se suspeitar de alguém fazendo ligação direta (“gato”) ou mexendo na rede, comunique imediatamente sua concessionária local

Sempre lembrando que as fatalidades no manuseio da energia elétrica as vezes pode ser causado por queimaduras ou por quedas em alturas ao se levar um choque elétrico.


Você conhece o "Curso a distancia IBDA - SitEscola? Veja os cursos disponíveis, e colabore com o IBDA, participando, divulgando e sugerindo novos temas.

Comentários

Mais artigos

Internet pode trafegar pela rede elétrica

Gravidade do Choque Elétrico

Lâmpadas incandescentes: saem do mercado até 2016

Atmosferas Explosivas - Instalações elétricas - Gerenciamento de Riscos

Por que devemos contratar um eletricista para fazer um Aterramento Elétrico?

Como Prevenir Incêndios Elétricos em Casa

Instalações eletrônicas em ambientes hospitalares.

Aterramento elétrico

Iluminação, introdução aos sistemas de controle

Substituiçao de lampadas incandescentes x fluorescentes

Construção Civil e os Acidentes com Instalações Elétricas

As radiações eletromagnéticas no ambiente doméstico

Folhas luminosas de fibras ópticas superam deficiência dos LEDs

Consumo residencial de energia elétrica cresce quase 8%. Como economizar?

Chuveiro elétrico é mais econômico que aquecedores

Novo padrão de tomada elétrica brasileiro

Aterramento e proteção contra descargas atmosféricas

Plugues e tomadas, Brasil adota padrão

Iluminação em baixa voltagem

Instalações elétricas : Previna seu patrimônio contra danos

Semáforo plano de LEDs é mais leve e reduz custos de instalação e manutenção

Dimensionamento cuidadoso e execução correta garantem instalação elétrica de qualidade

Cobre valorizado no mercado internacional afeta Brasil e incentiva roubo de condutores elétricos e de cargas

Distúrbios elétricos provocam problemas em eletrodomésticos

Procobre cria programa de melhoria das instalações elétricas