Seu navegador não supoerta scripts

Busca

 

Curso a Distância - Home Office: um desafio para o mundo corporativo

Curso a Distância - Redução do consumo de água em edificações

Curso a Distância - Eficiência Energética em Edifícios

Curso a Distância - Arquitetura Corporativa

Curso a Distância - Terra Crua

Curso a Distância - Arquitetura Acessível x Barreiras Arquitetônicas e Culturais

 

Artigos

 



Catálogo de Produtos Inclusivos

 

Acompanhe-nos

Facebook   Facebook

 

 

Enquete

Os profissionais do nosso setor, tem dificuldades na indicação de lojas de material de construção para seus clientes. O que você espera que uma loja proporcione?





Ver todos os resultados

 

Discussões no Fórum

Terreno com olho d'agua

Terreno com olho d'agua

Terreno com olho d'água.

Procuro designer de interiores rj

Armário de cozinha, como escolher?

O Studio GRIF de Arquitetura, Interiores e Design cria e executa todas as etapas do projeto - do estudo original
ao produto final, em busca da melhor relação
qualidade x preço.

Acesse : www.ignezferraz.com.br
Arquitetura Corporativos Design Residenciais Mostra
Arquitetura
Corporativos
Design
Residenciais
Mostra

Em Soluções Arquitetônicas e Ideias Criativas (veja mais 29 artigos nesta área)

por Redação do Fórum da Construção

Lareira, como planejar.



O bom funcionamento de uma lareira depende de técnica e certos cuidados, garantindo que a fumaça não invada a sala e nem haja perda de calor, o que requer um projeto e um dimensionamento adequados.

O aquecimento deve ser compatível com o tamanho do ambiente e número médio de pessoas que a freqüentam. Porém, a temperatura final é determinada pela quantidade de lenha queimada, além da correta condução e lançamento, pela chaminé, para o exterior dos gases liberados na combustão.

A estrutura de uma lareira é composta por três partes fundamentais: caixa ou câmara de fogo, coifa ou caixa de fumaça, e duto ou chaminé. Cada qual desempenha funções específicas, mas interdependentes entre si.



Na caixa de fogo, o elemento principal é a chamada boca (a abertura da lareira para o ambiente), cujas dimensões (altura e largura) devem estar de acordo com as medidas do local onde será instalada. Mais para dentro da caixa de fogo, onde se deposita a lenha, um outro segredo: a parede de fundo inclinada. Sua função é empurrar as ondas de calor rumo ao piso do ambiente. Assim, o ar aquecido, que é mais leve e tende a subir, faz aumentar a temperatura do ambiente.

Logo acima da caixa de fogo, vem a coifa, com formato semelhante a um funil de cabeça para baixo. Ela capta a fumaça, ao mesmo tempo que detém o ar frio que desce pela chaminé. Nessa etapa, é fundamental a garganta, uma abertura, regulável, cuja medida deve ser exatamente igual à área seccional do duto. Coifa e chaminé, em especial, garantem um funcionamento limpo do sistema, no que concerne à fumaça e à fuligem. A finalidade da garganta da coifa é conduzir a fumaça para fora e impedir que o ar frio desça pela chaminé e incida sobre o fogo, espalhando fumaça e cinzas, daí a importância de um bom dimensionamento.

A alvenaria substituiu os graúdos blocos de pedra antigamente utilizados nas lareiras. Além da alternativa de se contratar um pedreiro para construí-la, há modelos pré-fabricados à venda na forma de kits e em medidas padronizadas.

Geralmente confeccionadas em aço galvanizado, pintado de preto, as lareiras pré-fabricadas são encontradas em duas versões: a tradicional, para ser revestida com alvenaria, e a de uso aparente. Nesse caso as paredes não são quebradas, bastando encostar o kit no canto escolhido e furar o teto para a passagem do duto.

Em termos de resultado, ambas se equiparam. A diferença é que a aparente, por não ser coberta pela alvenaria, esquenta e esfria com maior velocidade. Vale citar que o aço recebe tratamento para isolação térmica, com resinas e até camadas internas de lã de vidro, a fim de evitar que os usuários se queimem. Quanto às dimensões, o mercado acabou por estabelecer algumas medidas de referência, como a relação entre a boca da lareira e o ambiente. O mais usual é encontrá-las para ambientes a partir de 100m³, para as quais se recomendam bocas de largura de 70cm por altura de 60cm, até ambientes com mais de 400m³, com bocas de 130 por 85cm.



Fonte:www.ecivilnet.com


Você conhece o "Curso a distancia IBDA - SitEscola? Veja os cursos disponíveis, e colabore com o IBDA, participando, divulgando e sugerindo novos temas.

Comentários

Mais artigos

10 formas de tornar um espaço pequeno, maior!

Perguntas e respostas sobre casas de madeira

O projeto da casa começa com um diálogo franco com o arquiteto

Casa pré-fabricada de madeira? Dicas para sua compra.

Falta de espaço é solucionado com pequenas soluções arquitetônicas

Varandas grandes ou pequenas, um espaço para relaxar!

Um banheiro a mais

Soluções arquitetônicas: uma casa adequada ao seu estilo de vida. - parte 2

Soluções arquitetônicas: uma casa adequada ao seu estilo de vida.

Lareira, como planejar.

Casa Rio das Ostras

High Line e Standard Hotel NY

Arquitetura, como fazer bonito, barato e com bom gosto

Novos Paradigmas da Arquitetura Contemporânea

(R)evolução dos Home Theaters

Os 10 Mandamentos da Casa de Praia

O TAV (Trem Bala) e a tecnologia nacional

Casa de bambu é leve, barata e à prova de terremotos

Construções em bambu

Alguns conceitos atuais de Arquitetura

Soluções para construção de Centros de Distribuição na Movimat 2008

Vila Olímpíca de PEQUIM 2008

Urbanismo: um novo centro para Marselha

Vidros seletivos, produtos de última geração na linha de controle solar

Arquitetura de Exportação – SIM ou NÃO?

PVC na arquitetura: beleza, funcionalidade, inovação. Uma solução para seu projeto

Projetos de arquitetura : Contraste x Integração

Pontes cobertas: beleza, tradição e história explicadas à luz da engenharia

Projeto de residência: um guia com medidas e áreas mínimas

Residência construída em etapas