Seu navegador não supoerta scripts

Busca

 

Artigos

 



Catálogo de Produtos Inclusivos

 

Acompanhe-nos

Facebook   Facebook

 

 

Esta área é patrocinada pela Eternit, no Brasil desde 1940, líder no mercado brasileiro de telhas e caixas-d’água de fibrocimento. Além desses produtos, oferece telhas metálicas, soluções para agilização de obras como o painel wall; caixas-d’água de fibrocimento e de polietileno Eterplac, uma placa cimentícia de excelente performance técnica e versatilidade e Louças Sanitárias, uma nova forma para a qualidade que todos já conhecem.
Focada na promoção da sustentabilidade, é signatária do Pacto Global da ONU (Organização das Nações Unidas) e busca concentrar suas ações sociais e ambientais no público interno, nas comunidades e entidades no entorno de suas unidades.
Veja mais sobre a Eternit na página da empresa em nosso site

Em Coberturas / Sistemas Construtivos (veja mais 42 artigos nesta área)

por Redação do Fórum da Construção

7 pontos negativos dos telhados embutidos



Os telhados embutidos são tendência em projetos residenciais, é verdade. Esse estilo de telhado vem ganhando a preferência de projetistas e arquitetos, por não deixar as telhas visíveis e conferir um estilo mais moderno à cobertura.

Embora os telhados embutidos estejam se popularizando no Brasil, esse tipo de cobertura exige alguns pontos de atenção. Continue lendo para entender os aspectos delicados acerca do telhado embutido.



Telhados embutidos: conheça os detalhes dessa cobertura

Conhecido também como telhado caixote, o telhado embutido é um tipo de cobertura que não deixa as telhas visíveis. As telhas ficam escondidas por paredes laterais de alturas variadas, também chamadas de platibandas, e praticamente são acomodadas na laje com uma inclinação mínima.

Existem diferentes técnicas, estilos e materiais para construir telhados embutidos. No entanto, nos projetos residenciais, as telhas de fibrocimento e metálicas são as mais utilizadas.

Se existe uma característica marcante nos telhados embutidos é justamente o seu design. Como é um estilo de telhado bem moderno, ele acaba sendo utilizado em projetos diferenciados, especialmente em casas de alto padrão.

Por ser um tipo de cobertura que utiliza telhas mais baratas, é percebido como uma opção financeiramente viável. Além disso, a construção de telhados embutidos é relativamente simples, uma vez que a inclinação necessária é pequena e essa cobertura não exige uma estrutura robusta.

Pontos negativos do telhado embutido

Os telhados embutidos podem ser bem interessantes para inúmeros projetos. No entanto, antes de optar por esse tipo de cobertura vale avaliar não apenas o design do telhado, mas também as desvantagens desse tipo de cobertura.

A construção civil e a arquitetura contam com diversas técnicas para diferentes tipos e estilos de projetos. Porém, mais do que a estética, a funcionalidade dos materiais e as características de cada tipo de cobertura devem ser levadas em consideração na hora de construir ou reformar.

Se você anda considerando o telhado embutido como uma opção, vale a pena avaliar alguns aspectos:

1. Custo oculto

A maioria dos consumidores utiliza telhas de baixo custo, como as de fibrocimento, no telhado embutido. Naturalmente, a escolha por esse tipo de material tem como finalidade reduzir os gastos da obra. No entanto, mesmo economizando com as telhas, o telhado embutido gera outros custos como a construção das platibandas e das calhas, além das mantas térmicas, que são quase obrigatórias para esse tipo de cobertura.

Para quem busca uma cobertura barata, vale a pena pesquisar e avaliar bem se o telhado embutido é a melhor escolha. Afinal, ele demanda outros custos de construção que o tornam menos vantajoso do ponto de vista financeiro.

Nesse caso, escolher telhas que não sejam de fibrocimento é uma saída. Embora telhas de outros materiais custem um pouco mais, elas oferecem mais vantagens em termos de funcionalidade. A telha de fibra vegetal, por exemplo, pode ser uma alternativa para este tipo de cobertura.

2. Desconforto térmico

O conforto térmico não é apenas um detalhe no projeto e deve ser analisado com atenção. Como as telhas de fibrocimento são a escolha mais comum para construção do telhado embutido, é preciso tomar algumas medidas para que o conforto térmico não seja prejudicado. Nesses casos, é recomendado o uso de mantas térmicas para evitar o superaquecimento ou o excesso de frio nos ambientes internos.

Uma boa alternativa é optar por telhas específicas, como as telhas térmicas, por exemplo.

3. Restrições de acesso

O telhado embutido não oferece acesso ao interior do telhado. Isso faz com que a manutenção da rede elétrica e outros procedimentos relacionados à cobertura sejam prejudicados.

Por ter pouquíssima inclinação, esse tipo de telhado também não permite nenhum aproveitamento da laje. A instalação de caixa d’água neste tipo de telhado também não é possível.

4. Necessidade de calhas e rufos

O projeto e a execução dos telhados embutidos não é algo que demanda grande complexidade. Porém, o sistema de calhas desse tipo de cobertura merece máxima atenção. Como os telhados embutidos não apresentam nenhum tipo de inclinação, é preciso projetar um sistema eficiente de escoamento de água para evitar problemas como vazamentos.

A presença de rufos também é necessária nos telhados embutidos para evitar o excesso de umidade e até infiltrações na cobertura.

5. Necessidade de impermeabilização

Além do sistema de calhas e rufos, outro ponto que deve ser considerado para os telhados embutidos é a impermeabilização. Como o sistema de escoamento do telhado embutido é específico, é recomendável executar a impermeabilização da cobertura para evitar que a umidade gere problemas.

A etapa da impermeabilização deve ser executada antes do contrapiso e revestimento final. Isso porque, dependendo do tipo de impermeabilização, a estrutura do telhado pode ser sobrecarregada. Recomenda-se a escolha de um sistema de impermeabilização flexível, sem emendas ou juntas, para que o procedimento seja mais eficiente.

6. Manutenção frequente

Alguns tipos de telhado requerem mais manutenção do que outros. No caso do telhado embutido, justamente pela questão do escoamento de água, a manutenção deve ser periódica. Todas as falhas atreladas ao acumulo de água e umidade devem ser corrigidas o quanto antes, evitando que o problema se agrave na forma de vazamentos.

A manutenção, naturalmente, também traz um custo. Por isso, mais do que avaliar o orçamento do projeto, é preciso considerar os custos decorrentes do tipo de cobertura utilizado.

7. Uma questão de estilo

E, por fim, para quem gosta de “casa com cara de casa” é importante avaliar bem o uso do telhado embutido. É certo que ele garante um estilo mais moderno de arquitetura. No entanto, para projetos residenciais, quando mal projetado, o visual chapado desse tipo de telhado pode deixar o imóvel com aspecto comercial.

De maneira geral, esse tipo de telhado fica melhor ambientado em casas de condomínios fechados, ou mais isoladas. Em uma vizinhança residencial comum, o excesso de modernidade do telhado embutido pode trazer um destaque negativo para o imóvel.



Fonte:coberturasleves.com.br




Visite nossas páginas no facebook -www.facebook.com/forumconstrucao e Twitter - www.twitter.com/forumconstrucaoCurta, Divulgue







Comentários

Mais artigos

Conheça 3 tipos de forro PVC usado em construções

Como economizar na obra: 4 tipos de telhados baratos

Platibanda e beiral: qual é a diferença e como inspirar seu projeto?

Você conhece as vantagens da cobertura metálica?

7 pontos negativos dos telhados embutidos

Cobertura de vidro ou policarbonato: qual é a mais indicada?

Conheças as telhas termo acústicas, principais vantagens e indicações

Como fazer um telhado gastando pouco ou gastando menos?

Diferenças entre os principais sistemas construtivos utilizados

Como consertar telhado com vazamento?

Vazamento de água da chuva pelo telhado: saiba mais

Quais são as opções para fazer o teto de uma construção?

Ecotelhado, ou telhado verde.

Como Limpar Telhados

Telhado: como deixar a casa mais fresca

Tipos de telhado: qual escolher?

Uma alternativa para sua cobertura: Telhas de concreto

Como projetar um telhado

Evite problemas no telhado

Como posso dimensionar a caixa d'água da minha residência?

Coberturas: usando a barreira radiante de maneira correta

Como pintar telhas de Fibrocimento?

O Calor e Seus Efeitos nas Edificações

Telhados brancos podem esquentar, e não esfriar

O que são placas cimentícias?

A utilização de placa cimentícia em sistemas construtivos. Algumas dicas.

Sistema construtivo pré-fabricado, ou sistema convencional?

Placas cimentícias ampliam opções para sistemas construtivos

Telhado inteligente economiza energia em todas as estações

Isolamento acústico. O que é? Como resolver?

Falando em saúde, e a Caixa d’água de sua casa?

Telhas metálicas levando versatilidade nos projetos de cobertura.

Sistema construtivo: rapidez, qualidade, com sustentabilidade.

Placa cimentícia, unindo versatilidade, leveza e solução arquitetônica

Light Steel Framing, versatilidade, rapidez na montagem e um excelente acabamento.

Cobertura com Telhas de fibrocimento

Proteção e beleza com telhados

Painéis Wall Eternit: projetos com aparência de obra de arte.

Placas cimentícias revitalizam fachadas

Uso de placas cimentícias na construção pode ser marcado pela criatividade

Telhas metálicas termoacústicas ganham pontos na construção verde

Obra rápida e limpa. Eco – Pousada Teju-Açu.

Cobertura estrutural Massimiliano Fuksas